Sobre a tal da criatividade - Agência Salt
FECHAR
voltar ao topo
FALE CONOSCO

blog

DICAS

Sobre a tal da criatividade


Criatividade, inspiração e inovação. Misture tudo antes de consumir

Tratando-se de negócios, criar novas formas de comunicação já deixou de ser luxo há tempos! Buscar maneiras inovadoras de competição, neste mundo de tantos ruídos, é questão de sobrevivência para as marcas. Entretanto, existe uma grande confusão entre o que é criatividade, inspiração e inovação. O fato é que para se diferenciar, você precisa desses três ingredientes. Esse tema é de interesse de inúmeros pesquisadores das mais diferentes áreas, revelando a importância do assunto e das necessárias interações entre os conceitos. Para te ajudar a compreender no que se diferenciam e no que se completam, descrevemos esses três sentimentos/fenômenos/ações de acordo com a nossa vivência na Agência Salt. Acompanhe e aproveite as dicas que preparamos:

1 – CRIATIVIDADE: é a faísca, aquele insight que vem de repente e que precisa ser anotado para não “fugir”. Toda ideia é boa? Claro que não. Mas, se não for, ela pode ser a ponta do novelo. Continue puxando! Para incitar a criatividade, você depende de boas inspirações.

2 – INSPIRAÇÃO: é o que estimula a criatividade. Um bom exemplo é manter uma bagagem cultural vasta e rica, lendo, assistindo, ouvindo e consumindo artes plásticas. Inspirar-se também é fazer o que te faz bem. Você gosta de esportes? Então não abra mão de praticar. Ama cozinha? Dedique algum tempo ao fogão. E por aí vai! Estar por dentro das atualidades te deixa mais sensível ao que o mundo precisa.  Se você está feliz e tem boas referências, o cérebro tem muito mais chances de te dar boas ideias criativas.

3 – INOVAÇÃO: a inovação é a criatividade aplicada, digamos assim. É a boa ideia que conseguiu diferenciar-se da inspiração que a fez existir, a ponto de gerar uma solução inédita. É o toque “autoral” e funcional. Ou seja, inovar é um exercício de esforço para tornar a ideia em algo praticável e diferente do que já existe.

Portanto, é importante ter um repertório diversificado de vários assuntos para facilitar a identificação de inspirações. Disponha-se a refletir sobre as suas inspirações para que as suas ideais sejam criativas. Registre seus insights e trabalhe-os a fim de conferir algo de inédito. Não se esqueça de lapidar tudo isso de forma que o resultado seja uma solução viável para o marcado e as pessoas que o compõe.

 

Tiago Tavares,

Diretor de criação e sócio fundador da Agência Salt.

comentários

em que podemos te ajudar?