Mídia social: lazer ou negócio? - Agência Salt
FECHAR
voltar ao topo
FALE CONOSCO

blog

MARKETING

Mídia social: lazer ou negócio?

Aquela máxima de “quem não é visto, não é lembrado” diz tudo. Não deixe que isso aconteça com sua marca

Números expressivos demonstram que o investimento em marketing digital tem sido o elemento impulsionador para empresas. Segundo pesquisa do IPG Mediabrands Magna, a compra de mídia digital deve superar a de TV pela primeira vez, em 2017. Agora, o digital será responsável pela fatia de 40% em investimentos, o que representa a movimentação de U$202 bilhões em todo mundo. Em comparação, a venda de mídia para TV deve gerar movimentação de 36% do mercado de publicidade. Isso é inédito e demonstra também que as “redes sociais” são significativos ambientes publicitários, que além de vender, engajam!

Mídias sociais, como Instagram, Facebook, WhasApp, Linkedin, Twitter etc. deixaram de ser meras apostas e são fundamentais na estratégia de publicidade e marketing de uma organização. Pelas mídias sociais você se aproxima do seu público-alvo humanizando a marca, e ainda transforma vendas em experiências. Mas, atenção! Hoje, consumir é muito mais do apenas comprar; é vivenciar! Por isso é muito importante ter em mente que as redes sociais não são plataformas de vendas. São canais de relacionamento que podem gerar vendas. Não é por acaso que a verba destinada para as mídias sociais está impulsionando de modo expressivo o mercado publicitário – e, consequentemente, gerando cifras para as empresas atendidas.

Para constatar que esse investimento realmente funciona e impacta o público-alvo das marcas, basta observar que, hoje em dia, uma ida ao restaurante, uma compra de bolsa e até a escolha de um médico são antecedidas por uma pesquisa nas redes. E quando o lead (cliente potencial) não encontra a empresa “online”, logo ele duvida da real existência da empresa ou de sua efetividade. Talvez seja pior ainda quando, sim, a empresa está lá nas redes com seus perfis institucionais, mas o conteúdo é infrequente e mal escrito, ou as imagens são plágios da web e fotos de baixíssima qualidade, demonstrando amadorismo e gerando descrédito.

Mídia social é coisa séria. Você pode estar deixando de fazer bons negócios por não se colocar bem. E se você não tem tempo para pensar em conteúdo, de criar uma imagem legal, tirar boas fotos, fazer as postagens, monitorar os resultados (importante!) e, muito menos, fazer tudo isso estrategicamente, então você precisa de uma empresa de solução em comunicação para fazer tudo isso por você. Estar fora das mídias sociais é ser engolido por esse mar de concorrentes. Pense nisso!

Deysiane Marques,

Jornalista e analista de comunicação da Agência Salt.

comentários

em que podemos te ajudar?